Reforço da gestão dos recursos nacionais e das Áreas Protegidas

Centra-se no melhoramento da gestão das AP´s e na promoção de ações de desenvolvimento sustentável.

Trata-se de promover a gestão participativa, envolvendo todas as partes interessadas; elaborar e aprovar planos de gestão para cada AP; implementar um zoneamento rigoroso com zonas de preservação estrita e áreas de desenvolvimento durável; garantir uma sinalização e uma fiscalização eficaz; investir na formação dos quadros do IBAP; identificar os custos de oportunidades perdidas e os impatos da fauna selvagem nas populações; apoiar as ONG e as comunidades locais que desenvolvam iniciativas de desenvolvimento sustentável (nomeadamente o ecoturismo); discriminando positivamente os mais fracos e desfavorecidos.

Finalmente, o desenvolvimento de atividades com vista a expansão do sistema nacional das AP’s, quer através da classificação de novas áreas, quer através de estudos preliminares que identifiquem zonas de elevado interesse para futuras iniciativas

.