O Instituto da Biodiversidade e das Áreas Protegidas é uma instituição nacional com mandato para gerir a biodiversidade e as Áreas Protegidas (AP) da Guiné-Bissau. Tutelado pelo Ministro encarregue do Ambiente, esteestabelecimento tem autonomia administrativa, financeira e patrimonial, e por isso tem capacidade para desenvolver políticas e normas relacionadascom a conservação da biodiversidade e das AP.

OBJECTIVOS

Criado em 2004, o IBAP tem a responsabilidade de proteger e gerir aBiodiversidadeda Guiné-Bissau, através do Sistema Nacional de ÁreasProtegidas (SNAP) e para isso, foram definidos três objetivos:

  • Promover a salvaguarda dos ecossistemas e da biodiversidade;
  • Apoiar a criação e a gestião das Áreas Protegidas;
  • Favorecer a utilização racional e equitativa dos recursos naturais.

Contando com uma rede de colaboradores distribuídos entre a sede, emBissau, e pelas 8 Áreas Protegidas, esta instituição desenvolve as suas atividades no conjunto do território nacional, tendo como o seu campo de açâo todos os domínios de atividade do setor da biodiversidade e das AP, que incluem as reservas naturais ou constituídas, os parques e as florestas classificadas.

Estas atividades concentram-se no reforço da gestão eficaz, colaborativa e integrada dos ecossistemas, com base numa perspetiva de conservação da biodiversidade e apoio ao desenvolvimento durável.

Visão

Durante o seu planeamento estratégico o IBAP definiu a seguinte visão:

“A biodiversidade da Guiné-Bissau é conservada de maneira durável em prol do desenvolvimento das gerações presentes e futuras”.

Missão

A partir desta visão o IBAP declara como sua missão:

“Gerir de maneira participativa e eficaz as Áreas Protegidas e os recursos estratégicos da biodiversidade, valorizando os conhecimentos científicos e tradicionais, favorecendo sinergias e parcerias ao nível local, regional e internacional”.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ALFREDO SIMÃO DA SILVA DEIXA DE SER DIRETOR-GERAL DO IBAP

O Instituto da Biodiversidade e das Áreas Protegidas (IBAP) foi dirigido por mais de 10 anos pelo Dr. Alfredo Simão da Silva que em conjunto com uma vasta e dinâmica equipe trabalhou arduamente para a criação de várias áreas protegidas, a gestão dos recursos biológicos e do ambiente em geral na Guiné-Bissau.

LANÇAMENTO DO PROJETO REFORÇO FINANCEIRO DO SNAP

O IBAP com o apoio do PNUD realizou no dia 28 de Setembro de 2017, em Bissau, o atelier de lançamento do projeto de “Reforço do Quadro Financeiro e Operacional do Sistema Nacional das Áreas Protegidas na Guiné-Bissau”, financiado pelo Fundo Mundial do Ambiente (GEF, sigla inglês), implementado pelo PNUD e executado pelo IBAP.

REPRESENTANTE RESIDENTE DO PNUD VISITA O IBAP

David McLachlan-Karr, representante residente do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, visitou no passado dia 29 de Setembro de 2017, a sede do Instituto da Biodiversidade e das Áreas Protegidas.